Crônicas

Sinto falta

Ontem, domingo, quase a hora do almoço, em companhia de dois dos meus netinhos, Theo e Dom. Tentando acompanhá-los em seus folguedos. Acabei desistindo. Já que os dois só se interessavam por seus tablets. Jogando joguinhos pela internet. Nem ao menos davam atenção ao seu avozinho. Foi naquelas horas mágicas que me vieram às lembranças […]

Continuar lendo


Perdas e ganhos

Jogar e perder. Consequências naturais daqueles tolos que se metem a jogar. Caiu o trema. Assim corrigiu meu corretor ortográfico. Um metido a sabichão que tenta me ensinar o português correto. Embora por vezes aceite sua reprimenda confio mais nos ensinamentos da minha querida professora dessa língua tão vilipendiada. Tão maltratada e maltrapilha. Reduzida, graças […]

Continuar lendo